quarta-feira, 23 de abril de 2008

O verdadeiro significado de um corte de cabelo

Entrei no salão de beleza decidida. Já havia ensaiado diversas vezes o que diria a cabeleireira quando me perguntasse como eu gostaria de cortar. Antes do dia do corte, passei algumas horas me olhando em frente ao espelho analisando. Puxa o cabelo pra cá, puxa pra lá, prende pra cima. Enfim, tudo na tentativa de mudar o visual.

O grande dia chegou. Quando sentei na cadeira lavatória, minhas mãos começaram a suar frio. Senti uma fisgada no estômago e meu coração automaticamente começou a bater rapidamente. A moça que lavava o meu cabelo nada percebia. Continuava com seu trabalho dedicadamente. Lavou três vezes minhas madeixas suavemente. Geralmente eu teria gostado desse procedimento, mas não naquele dia, não naquele momento. Sentia vontade de sair correndo dali. Me sentia estranha, com medo.

Quando a pergunta fatídica finalmente ecoou nos meus ouvidos, a resposta não pôde ser outra:
- Corta apenas as pontas.

Saí de lá aliviada, porém bastante pensativa. Porque havia ficado tão nervosa? Porque tememos tanto as mudanças?

O que importa nisso tudo, não é o corte do meu cabelo, mas o temor que muitos de nós temos de modificar algo em nossas vidas. Todos em algumas circunstâncias tememos o desconhecido. Nos acomodamos com o que já temos ou conhecemos e esse é o maior erro. Deveríamos ter coragem de nos arriscar mais, de não se importar com o que os outros irão falar. O que realmente interessa é que cada qual se sinta bem consigo mesmo.

Na próxima vez que sentar na cadeira da cabeleireira vou dizer:
- Quero radicalizar!

4 comentários:

Marina Melz disse...

O medo de mudar é uma realidade que faz com que a inércia tome conta, e isso me assusta.

E eu ensaio uma mudança no cabelo há 19 anos.

Daiana disse...

Oiiisss!!! Nem sabia que tinhas blog! E sobre mudanças, descobri que é a melhor coisa que a gente faz na vida: mudar!!!! E arriscar. Só assim a vida fica mais interessante.

Marta De Divitiis disse...

Corte de cabelo é sintomático! A maioria só radicaliza quando acontece alguma coisa muito importante na vida ou então se não acontece nada e se quer que algo aconteça... Os cabelos refletem a identidade da pessoa, daí esse frio no estômago...

Anônimo disse...

Gostei muito do seu depoimento, tenho um amigo e condicionamos através de uma brincadeira o corte do cabelo dele com o meu emagrecimento e de mais duas amigas, mas como não mudamos o manequim o moço também não esta podendo mudar ... vou cancelar este acordo agorinha mesmo ... rs