terça-feira, 7 de outubro de 2008

Ipês Amarelos

Hoje acordei com o clarão do sol no azul do céu. No caminho para o trabalho centenas de ipês amarelos enfeitavam o encantador vale. A primavera finalmente deu o seu prelúdio. O sol quente era suavizado pelo leve vento que soprava. No céu, somente névoas próprias desse tempo correndo junto a mim ao longo da estrada. Lá longe os ipês amarelos imponentes. Era lindo de se ver. O verde escuro enfeitado de amarelo, como o cenário de um belo filme europeu a me dizer palavras fascinantes sem precisar da linguagem verbal.
Enquanto eu estava na minha contemplação quase solitária, observando tanta perfeição, o restante das pessoas do mundo se preocupavam unicamente em chegar o quanto antes aos seus respectivos trabalhos. Eles não descobriram nessa manhã o mistério e a beleza que existem ao nosso redor. Não captaram a linguagem corporal dos ipês amarelos dançando no vento a pronunciar palavras de poesia.

3 comentários:

Bruna Carolina disse...

Realmente, nos preocupamos tanto com coisas que só nos estressam. E ainda reclamamos que não temos tempo para as "coisas simples da vida"

Beijo Deise!

"W" disse...

Oi Deise.

Quanto tempo, nossa, adorei o seu blog, na verdade eu nem sabia q vc tinha um, hehehehehehe...

beijos!!!!!!!

Sandra disse...

adoro seu blog, vc escreve muito bem garota,bjo.